kolatz-bio

Original da Ericeira, a capital do Surf Europeu, ainda na sua infância Kolatz desenvolve um profundo amor pela música. Integrou várias bandas com colegas do surf, tocou bateria e percussão, teclados, guitarra baixo, saxofone, bem como qualquer coisa que produzisse som.

Não demorou muito para que entrasse na club scene local, onde passou pelo Ouriço até à Sociedade Anónima, tendo tocado em vários outros bares da região. Estávamos no início dos anos 90 e na Ericeira só se ouvia Grunge, punk rock, hard rock e progressive rock, ou um pouco de pop e early house nos warm-ups.

Mais tarde na faculdade, Kolatz muda-se para a cidade das sete colinas (Lisboa) e tornou-se no Spin man do campus universitário e todas as festas de estudantes. Ele desenvolve um sentido apurado de ritmo, escalas e música e isso reflecte-se nos seus mixes.

Acabada a universidade, tal como a maioria dos músicos ele dedica-se a um emprego normal, mas mantém sempre a música e o djing em paralelo. Ele tocou em vários espaços de Lisboa às maiores cidades do país. Em ’99 ele produz o seu primeiro álbum de música electrónica de dança numa colaboração com o seu amigo Benja.

Então o seu trabalho leva-o para fora do país, tendo vivido em Barcelona, Londres e Berlim, com viagens profissionais a todas as maiores cidades europeias, US e Canadá. Foi mais de uma década de estudo de música, sound design, produção musical, mixing, mastering e sound engineering. Durante este tempo ele desenvolve o seu gosto pela House music, bem como por outros géneros como o Techno ou Minimal.

Kolatz agora está de volta a Portugal e construiu o seu estúdio de produção, mixing e mastering. Ele remixou algumas faixas de top internacional e toca todos os temas mais Hot na dance scene passando por aqueles clássicos intemporais, conseguindo assim manter qualquer pista lotada até de madrugada. Depois de ter trabalhado os decks desde Barcelona a Berlim por mais de uma década, a sua personalidade singular e extrovertida brilha através dos seus sets cativantes e energéticos.